Please ensure Javascript is enabled for purposes of website accessibility
logo-1.svg

Reunião de alinhamento com os catadores cadastrados na ACAMAR e que participam do Programa Valoriza

RECICLAGEM E MEIO AMBIENTE | O Programa Valoriza que é custeado com recursos da Plataforma Reciclar pelo Brasil, gerida pela ANCAT e ACAMAR com apoio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Prefeitura Municipal de Capão Bonito realizou mais uma importante reunião no município.

O programa prevê que a cada tonelada entregue na cooperativa o catador receba como forma de bônus um valor de R$ 100,00 e também com a venda dos recicláveis tenha valores acima do mercado e benefícios que só a organização pode trazer.

A ACAMAR incrementou o programa e da mais uma cesta básica quando o catador atinge 3 toneladas entregues, cesta fornecida pela Secretaria de Desenvolvimento Social.

A reunião foi para alinhar sobre a importância dos catadores no processo e de que juntos todos terão mais benefícios.

O Programa Valoriza agora passa a segunda fase em Capão Bonito, onde os catadores estarão buscando junto a Prefeitura o pagamento por tonelada, ou seja, a cada tonelada retirada das ruas que a prefeitura pague pelos Serviços Ambientais Prestados.

Deste modo, a intenção é que os Catadores e Catadoras possam ter cinco fontes de receita, sendo: receber por tonelada, receber o Bônus do Programa Valoriza, receber a cesta da Secretaria de Desenvolvimento Social, receber uma ajuda da ACAMAR por estar em dia com o INSS e ainda receber pela venda dos recicláveis na Cooperativa.

Tudo em prol do aumento de renda e diminuição de resíduos no meio ambiente.

A direção da ACAMAR estará em breve levando está proposta ao prefeito Júlio Fernando para que seja implementada em Capão Bonito e seja multiplicada nas prefeituras do país.

A meta é bater cerca de 40 catadores autônomos dentro deste projeto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp