logo-1.svg

Inscrições abertas para Oficinais e Palestras gratuitas no Setor de Cultura

INSCRIÇÕES ABERTAS | A Prefeitura de Capão Bonito através da Divisão Municipal de Cultura em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, promoverá, durante o mês de fevereiro, diversas oficinas e palestras.
As atividades são gratuitas e acontecem de forma remota através da plataforma Zoom. O número de vagas é limitado e seguindo ordem de inscrição.
“Estamos alinhando cada vez mais nosso diálogo com o estado. Cultura também é FORMAÇÃO e estamos focando nessa direção, desde de maio de 2021”, destacou diretor de Cultura – Alexandre Mendes.
Confira o cronograma:
OFICINA – MATRIZES PARA CRIAÇÕES POÉTICAS
Coordenação – Kéroly Gritti
Datas e horários – 22, 23 e 27/2, 14h às 16h
20 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Aberto a interessados a partir de 16 anos.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/Zx4krrPAbC3DoiaG9
A oficina pretende, a partir do compartilhamento de dispositivos poéticos como vídeos, textos e imagens, provocar os participantes às possibilidades de inspiração para criações cênicas. Propondo a observação da poesia do dia-a-dia e dos materiais que nos atravessam pela vida, cada participante será convidado a compor um pequeno experimento visual-auditivo.

OFICINA – PERCUSSÃO BAIANA
Coordenação – Lenynha Oliveira e Rudson Daniel
Datas e horários – 7, 9 e 14/2 – 18h30 às 20h30
35 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Aberto ao público interessado, a partir de 16 anos.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/rugDdWqqvdjfgpaT7
A oficina oferece ao público contato com o vasto mundo dos sons percussivos, linguagem corporal, ritmos, convenções tradicionais e oralidade. A vivência é coletiva, trabalha os ritmos de matriz africana somados aos desdobramentos contemporâneos percussivos. Além de fazer um breve relato da história dos ritmos em Salvador, propõe exercícios que favorecem a coordenação motora, percepção auditiva e visual, exercícios técnicos de cada instrumento.

PALESTRA – A PESQUISA NO DOCUMENTÁRIO: ANTES, DURANTE E DEPOIS
Coordenação – Fernanda Vargas
Datas e horários – 28/2 – 18h30 às 21h30
20 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Interessados no processo de realização de um documentário, a partir de 16 anos.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/KA22hR6NmdmfHa9n6
A pesquisa no documentário faz parte de todo o processo do documentário, da ideia inicial à pós-produção. O encontro propõe apresentar os modos como a pesquisa está presente no antes, durante e depois da produção, passando por temas como arte, memória, verdade e ficção.

PALESTRA – O QUE FAZ UM CURADOR DE FESTIVAL AUDIOVISUAL?
Coordenação – Diego Edu Fernandes
Datas e horários – 23/2 – 18h30 às 21h30
30 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Realizadores audiovisuais e interessados no assunto.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/wr3E3nURZXTxCohc9
O Brasil conta com centenas de festivais e mostras audiovisuais que acontecem todos os anos. Cada um desses eventos tem sua equipe de curadoria, que seleciona os filmes que entrarão na programação. Tais profissionais não são meros avaliadores que devem pescar os melhores títulos. A palestra irá demonstrar quais os fatores que estão envolvidos nas escolhas feitas por um curador e dará uma perspectiva de como opera este profissional.

OFICINA DE DANÇA CONTEMPOR NEA – PRÁTIKAS DE APAIXONAMENTO
Coordenação – José Arthur
Datas e horários – 7, 9, 14 e 16/2 – das 14h às 16h
25 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Interessados em trabalho artístico de alta fisicalidade, estudantes de artes performativas, atores e bailarinos profissionais. A partir de 16 anos
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/VCY6DNhSFNx152NJ6
Pratikas de Apaixonamento é uma oficina de dança contemporânea que pretende por meio de exercícios que favorecem a conjunção do movimento às emoções, de técnica de dança, de improvisação e coreografia, desafiar o corpo a se conectar com seu imaginário, permitindo reconhecer a rigidez, o medo e a instabilidade para se apropriar da paixão como um músculo.

OFICINA – PRODUÇÃO DE PROJETOS FONOGRÁFICOS – DA COMPOSIÇÃO A DISTRIBUIÇÃO
Coordenação – Lindenberg Oliveira
Datas e horários –
Turma A – 2, 3, 6 e 7/2 – 14h às 16h
Turma B – 6, 8,13 e 15/2 – 18h30 às 20h30
25 vagas
Inscrições – De 16/01 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Músicos e produtores
Plataforma – Zoom
Link para inscrição –
Turma A: https://forms.gle/L9wXHoSt9Kbadtci9
Turma B: https://forms.gle/UUnVjLrhw16veeU87
Esta oficina apresenta detalhes de planejamento da produção de um projeto musical fonográfico, desde a composição à distribuição. Serão abordados: processos de criação e gravação, cadeia produtiva de uma gravadora, escolha de repertório, músicos e arranjos, registros da obra, direitos, modelos de distribuição e monetização.

OFICINA – AS MEMÓRIAS LEITORAS QUE HABITAM EM NÓS
Coordenação – Felínio Freitas
Datas e horários – 14 e 16/2 – das 18h30 às 20h30
30 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Educadores (as), bibliotecários (as), contadores (as) de história e leitores (as) em geral, artistas, interessados em arte e cultura e pessoas que se reconheçam enquanto corpos dissidentes.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/i7JaF4c1JTKMTSMH9
A proposta da oficina é dialogar sobre os processos envolvidos na atuação dos mediadores/as de leitura sejam eles/elas, educadoras ou educadores, bibliotecárias/bibliotecários, para pensar nossas histórias leitoras e como podemos ter uma atuação crítica em temas envolvendo história e memória.

OFICINA – CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS COMO INSTRUMENTAL NA SALA DE AULA
Coordenação – Gloriete Luz
Datas e horários – 06, 08, 13 e 15/2 das 18h30 às 20h30
20 vagas
Inscrições – De 16/01 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Profissionais de educação, atores e interessados em geral que desejam desenvolver suas habilidades oratórias, de contação (storytelling) e artísticas.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/of2UfikpJZpS6Ez68
Esta atividade buscará apresentar à profissionais da educação, atores, artistas e demais interessados, um instrumental prático para utilizar a contação de histórias como instrumento em suas atividades pedagógicas, incluindo técnicas de contação, improviso, trabalho de entonação, expressão corporal, utilização de objetos, preparação do ambiente e “imaginação da história”.

OFICINA – AQUARELA INTUITIVA
Coordenação – Soraya Lucato
Datas e horários – 08, 10 e 15 e 17/2 – 10h às 12h
30 vagas
Inscrições – De 16/01 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Interessados acima de 16 anos.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/oARMsP69pfhXixx6A
Materiais necessários – Papel canson 150g ou mais, dois pincéis macios redondos, um fino e um grosso, um conjunto de tintas aquarelas em pastilha, um paninho, dois copos com água, lápis de cor, 1um borrifador, álcool comum e sal grosso.
Esta oficina interativa dará ferramentas para que pessoas de várias áreas possam usar a aquarela tanto como ferramenta expressiva quanto como meio de aplicar em artesanatos e artefatos.

OFICINA – AUDIOVISUAL INDÍGENA, UM OLHAR COLETIVO
Coordenação – Maria Carolina Moraes
Datas e horários – 6, 8 e 10/2 – 14h às 16h
50 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Aberto a todos os públicos.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/pMMHmA5XB86VE73U9
Essa oficina pretende abordar a produção audiovisual realizada por indígenas no Brasil: sua origem e seus desmembramentos. Os primeiros contatos desses povos com equipamentos de captação de imagem e som, foram momentos de estranhamento e medo, mas que depois de um tempo viraram momentos de aprendizagem e de contentamento coletivo. Hoje dezenas de indígenas trabalham com audiovisual e se especializam cada vez mais. Trechos de vídeos antigos e recentes serão exibidos.

OFICINA – A VOZ NO AUDIOVISUAL
Coordenação – Michelle Alcantara
Datas e horários – 2, 7 e 9/2 – 18h30 às 20h30
50 vagas
Inscrições – De 16/1 até o preenchimento das vagas
Seleção – primeiros inscritos
Público-alvo – Pessoas que tenham curiosidade e interesse em conhecer o mercado da voz.
Plataforma – Zoom
Link para inscrição – https://forms.gle/ckGZoWrRyXqWC9d88
Esta atividade pretende apresentar a importância da voz no audiovisual e sua história. A partir da experiência na produção e locução de audiovisual, pretende-se compartilhar dados históricos do mercado da voz e suas possibilidades, e abordar a questão de saúde e curiosidades em uma introdução a experiências em publicidade, rádio, podcast entre outros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp