logo-1.svg

CCR SPVias apresenta projeto de duplicação da SP-258

DUPLICAÇÃO DA RODOVIA SP-258 – Em desdobramento do lançamento da Frente Parlamentar pela Duplicação da Rodovia Francisco Alves Negrão (SP-258), ocorrido no mês de agosto de 2021 em Capão Bonito, a concessionária CCR SPVias apresentou na manhã de quinta-feira, 27/01, o projeto de duplicação do trecho entre Capão Bonito – Itararé.

Estiveram presentes na apresentação o Gestor de Relações Institucionais da CCR SPVias – Marcos Alexandre Conrado, demais integrantes do corpo técnico, o deputado estadual Edson Giriboni, além dos prefeitos de Capão Bonito – Júlio Fernando, Itapeva – dr. Mário Sérgio Tassinari, Itararé – Heliton do Valle e Taquarivaí – Rubens Carlos Souto de Barros (Rubinho).

A apresentação aconteceu na sede da CCR SPVias em Tatuí.

A duplicação do trecho entre Capão Bonito a Itararé é uma das grandes reivindicações da região sudoeste do Estado de São Paulo e possibilitará a criação de um grande Corredor de Desenvolvimento, ligando a capital paulista ao norte do Paraná, e por conseguinte, o Sudeste do Brasil ao Sul.

Foram apresentados detalhes do projeto de duplicação e também discutidos ajustes com os prefeitos.

O prefeito Júlio Fernando de Capão Bonito aproveitou a apresentação para apresentar demandas e garantir ajustes nos dispositivos de duplicação do perímetro de Capão Bonito, beneficiando bairros como Itanguá.

“A duplicação completa desse corredor logístico, ligando São Paulo ao Sul do País, resultará em menor tempo de deslocamento e contribuindo diretamente para redução de emissão de gases de efeito estufa, redução de acidentes do tipo colisão frontal e transversal, preservando vidas e resultando no desenvolvimento do turismo regional e nacional”, alegou o prefeito de Capão Bonito.

“A elaboração do projeto executivo é a primeira etapa para a realização de um sonho, coroando um trabalho de persistência, como foi feito na Raposo Tavares, na duplicação entre Itapetininga e Araçoiaba da Serra e também na modernização até Ourinhos”, acrescentou o deputado Edson Giriboni.

Giriboni também destacou a importância da duplicação para a consolidar um novo corredor de desenvolvimento do Estado. “Vamos ter uma rodovia mais segura, que vai beneficiar a economia da região, ajudando os produtores agrícolas e impulsionando o turismo”, frisou.

A CCR SPVias estima gerar 1000 empregos diretos e 3000 indiretos durante a obra.

Com 120 quilômetros de extensão, até a divisa de São Paulo com o Paraná, a rodovia Francisco Alves Negrão corta os municípios de Itararé, Itaberá, Itapeva, Taquarivaí, Buri e Capão Bonito.

Trata-se de uma das principais regiões agrícolas do Estado de São Paulo, responsável por 83% da produção estadual de trigo, 67% de feijão, 39% de milho, 21% de soja e 13% de laranja.

Para o prefeito Júlio Fernando (Podemos), a criação de um novo Corredor Logístico de ligação a região Sul do país (Mercosul), atravessando o sudoeste paulista, promoverá o desenvolvimento regional, potencializando o desenvolvimento da região.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp